TJGO agenda 35 mil audiências para 2ª edição da Campanha Estadual da Conciliação

Goiás / 374

Neste período, serão realizadas audiências de conciliação, ou sessões de mediação, nas unidades judiciárias, e, também, será utilizada a estrutura dos CEJUSCs para efetivação dos atos

Incentivar a conciliação, bem como melhorar os indicadores da conciliação previstos no Prêmio CNJ de Qualidade- 2024. Com esse objetivo, o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), por meio do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos e Cidadania (Nupemec), realiza, entre os dias 3 e 30 de junho, a  2º edição da Campanha Estadual de Conciliação. Neste período, serão realizadas audiências de conciliação, ou sessões de mediação, nas unidades judiciárias, e, também, será utilizada a estrutura dos CEJUSCs para efetivação dos atos.

O presidente do TJGO, desembargador Carlos França, ressalta que a conciliação é a melhor e mais rápida forma de solucionar as demandas do cidadão. “Com o envolvimento e empenho de nossos  magistrados e magistradas, servidores e servidoras, conseguiremos atingir excelentes resultados nesta segunda edição da Campanha Estadual da Conciliação, resolvendo de forma célere e pacífica os conflitos existentes entre as partes”, pontuou Carlos França.

Diálogo

Para o coordenador do Nupemec, juiz Leonys Lopes Campos da Silva, a segunda edição da Campanha Estadual da Conciliação objetiva aproximar as partes por intermédio do diálogo, “oferecendo uma saída rápida e eficiente, poupando tempo, recursos e, principalmente, desgastes emocionais para as partes envolvidas”, explica Leonys Lopes, ao acrescentar que uma média de 35 mil audiências já foram agendadas para o mês de junho.

Ainda conforme Leonys Lopes,  a Campanha Estadual de Conciliação não apenas reafirma o compromisso das instituições com a cultura da pacificação social, mas também evidencia os benefícios que a conciliação oferece para a sociedade como um todo. “É um convite para que advogados, magistrados, mediadores e cidadãos se engajem nessa jornada de construção de uma justiça mais acessível, eficiente e humanizada. Que esta segunda edição desta campanha seja apenas o começo de uma transformação na forma como lidamos com os conflitos e que possamos promover a paz”, reforça o coordenador do Nupemec.

Fonte:  Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO)
Foto: Reprodução/TJGO