Caiado destaca contribuição da segurança para crescimento da economia

Goiás / 670

Em entrevista ao noticiário News 19 Horas, da Record News, na noite desta terça-feira (21/05), governador Ronaldo Caiado afirmou que bons resultados da segurança pública refletem no crescimento econômico do estado 

O governador Ronaldo Caiado destacou o compromisso do Governo de Goiás com a segurança pública e seu impacto na economia goiana, durante entrevista ao noticiário News 19 Horas, da Record News, na noite desta terça-feira (21/05).

Questionado sobre a política adotada pelo estado no enfrentamento à criminalidade, ele frisou que Goiás é o único estado brasileiro com segurança pública realmente eficaz em todos os setores.

“A parte da inteligência é fundamental. É preciso ter equipes trabalhando fortemente em informações. E nesta área estamos muito bem preparados. Avançamos e investimos muito em inteligência”, disse Caiado.

O governador também ressaltou a integração entre as diferentes forças de segurança estaduais e federais. “Esta área de inteligência, aliada à nossa capacidade operacional, deu a Goiás uma condição ímpar de segurança”, frisou.

Ao participar do quadro Política em Debate, do telejornal Goiás Record, Caiado também ressaltou a importância dos programas sociais para a qualificação da população em situação de extrema pobreza 

QUEDA NOS ÍNDICES DE VIOLÊNCIA

Desde 2018, todas as modalidades de violência registraram queda no estado, segundo dados da Secretaria de Segurança Pública de Goiás (SSP-GO). Os índices mostram redução nos roubos e furtos a cargas, transeuntes, residências, comércios e veículos, além do declínio de crimes contra a vida, como feminicídio e homicídios dolosos.

Já o crime de roubos a bancos, conhecido como “novo cangaço”, não é registrado em Goiás desde 2023. “Não tivemos nenhum assalto a banco, nenhuma explosão a carro-forte”, relembrou o governador.

SEGURANÇA PÚBLICA E CRESCIMENTO ECONÔMICO

Caiado ressaltou ainda que os bons resultados da segurança pública refletem diretamente no crescimento econômico do estado. Atualmente, Goiás lidera o índice econômico no Brasil com o maior Produto Interno Bruto (PIB) da história, de R$ 336,7 milhões em 2023, que representa um aumento de 4,4% e é quase 60% acima da média do país.

“As indústrias estão muito bem, crescendo, expandindo as ofertas de empregos e qualidade de vida. Hoje, a realidade é outra em Goiás. Quando se tem segurança, a vida das pessoas fica até mais barata”, finalizou ao lembrar o quanto este cenário atrai investidores.

AÇÕES SOCIAIS

Ao participar do quadro Política em Debate, do telejornal Goiás Record, Ronaldo Caiado ressaltou a importância dos programas sociais para a qualificação da população em situação de extrema pobreza.

“Com a qualificação, a pessoa pode se inserir no mercado de trabalho. Isso faz com que Goiás ocupe, hoje, o 1° lugar em diminuição da extrema pobreza no país”, pontuou.

O governador ainda destacou os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), realizada em 2023, que mostraram redução de 84,5% de pessoas nesta faixa de vulnerabilidade.

“Atingir o 1° lugar entre estados que mais diminuíram a extrema pobreza no país Goiás mostra que os programas sociais estão dando certo. Eles estão trazendo as pessoas para a economia, para a emancipação, fazendo com que saiam do processo de dependência do estado”, comemorou o gestor.

AÇÕES HUMANITÁRIAS

Sobre a atuação de militares goianos no atendimento a vítimas da tragédia que assola o Rio Grande do Sul, Caiado enfatizou que os integrantes do Corpo de Bombeiros Militar (CBM-GO) e da Polícia Militar de Goiás (PMGO) permanecerão no estado gaúcho enquanto for necessário.

“Enviamos imediatamente 21 bombeiros militares, cães farejadores, drones, viaturas e helicóptero. Mandamos também policiais militares e penais preparados, além de mais de 400 toneladas de mantimentos”, relatou o governador.

PRESERVAÇÃO AMBIENTAL

Outro assunto abordado foi o trabalho do Governo de Goiás para preservação da cabeceira do Rio Araguaia, na divisa de Goiás com Mato Grosso.

“São 5 mil hectares onde estamos cercando as cabeceiras, recuperando as matas ciliares, combatendo as voçorocas, não deixando com que o sedimento entre no leito do rio”, pontuou.

Fonte: Secretaria de Comunicação - Governo de Goiás
Fotos: Adalberto Ruchelle