Turista diz que família teve intoxicação alimentar após comer em restaurante de resort em Rio Quente

Rio Quente / 365

Ela disse que, das dez pessoas que estavam com ela, sete tiveram vômito e diarreia. Resort disse que faz análise dos alimentos servidos e nos últimos resultados não foi encontrado nenhuma anormalidade.

Uma família do Rio de Janeiro afirma que teve infecção alimentar em um resort de Rio Quente, no sul de Goiás. Empreendimento disse que faz análise dos alimentos servidos e nos últimos resultados não foi encontrado nenhuma anormalidade.

“Estávamos em dez pessoas e só três não passaram mal. Minha mãe foi com minhas filhas para o ambulatório do resort e disse que estava cheio com outras pessoas que também estavam com intoxicação”, disse a mulher, que não quis ter o nome divulgado.

Em nota, o Rio Quente Resort considerou que o número de atendimentos no período foi proporcionalmente baixo em comparação com a ocupação do período e que recolhe amostras diariamente de todas as refeições para monitoramento de qualidade.

“Nas últimas análises realizadas, os alimentos estavam dentro do padrão exigido, sem anormalidade", diz o comunicado.

A Prefeitura de Rio Quente informou que quando aconteceu a primeira denúncia, foram coletados materiais para análise e que o resultado foi negativo para contaminação. Agora, diante de uma nova denúncia, o processo de análise será repetido.

“A Vigilância Sanitária Estadual esteve por três dias no local com quatro técnicos para uma análise cautelosa. Na ocasião, os servidores não constataram qualquer tipo de irregularidade”, disse o comunicado.

A turista disse chegou ao resort na última quinta-feira (16). À noite, jantaram e parte do grupo começou a passar mal. Entre eles a mãe e a filhas dela.

“Todos que comeram um macarrão passaram mal. Minha mãe e minhas filhas foram para o ambulatório, que estava cheio com outras pessoas passando mal também. Até funcionários relataram que tinham outros casos no hotel”, contou a turista.
 

- Íntegra da nota do Rio Quente Resort

Tivemos um número de atendimentos proporcionalmente baixo em comparação com a ocupação no período. 

Vale reforçar que recolhemos diariamente amostras de todas as refeições para monitoramento de qualidade. Nas últimas análises realizadas, os alimentos estavam dentro do padrão exigido, sem anormalidade.


-Íntegra da nota da Prefeitura de Rio Quente

Sobre suspeitas de intoxicação alimentar no Rio Quente Resorts, a Prefeitura de Rio Quente, através da Secretaria de Saúde, informa o que se segue:

- A coleta do material para análise laboratorial, feita por mais de uma vez, apresentou resultado negativo para contaminação.

- Diante de nova denúncia, repetiremos o procedimento para confirmar ou descartar a possibilidade.

- Informamos que a Vigilância Sanitária Estadual esteve por três dias no local com quatro técnicos para uma análise cautelosa. Na ocasião, os servidores não constataram qualquer tipo de irregularidade.

- Informamos, ainda, que o grupo AVIVA, administrador do Rio Quente Resorts, emitiu nota abordando o assunto, onde afirma que amostras dos alimentos são recolhidas diariamente para o monitoramento.

- Nas ultimas análises realizadas, o material coletado estava dentro dos padrões de qualidade exigidos pela lei, sem que fosse detectado nenhum tipo de irregularidade.


Via G1 Goiás