Segundo Abramet, Goiás é o 3º Estado com maior ocorrências por uso de celular no trânsito

Goiás / 156

A infração por uso de celular na direção é gravíssima, de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB)

Somente em 2021, já foram 16.971 infrações de trânsito por uso de celular na direção, deixando Goiás como o terceiro estado brasileiro com o maior número de ocorrências. É o que aponta o levantamento da Associação Brasileira de Medicina do Tráfego (Abramet), utilizando informações do Registro Nacional de Infrações de Trânsito (Renainf).

No ranking, São Paulo lidera em primeiro lugar com 91.362 e Minas Gerais vem logo em seguida, com 30.843. Em 2021, cerca de 250 mil motoristas foram flagrados usando o celular no trânsito. O estudo revela que, a cada hora, cerca de 28 motoristas negligenciaram a atenção ao volante com o uso do celular, sendo uma das principais causas de sinistros no Brasil. 

A campanha  “Toque pela Vida”, no Maio Amarelo, alerta para o risco dessa prática ao dirigir. O mês de maio é o focado na conscientização para uma mobilidade saudável e segura.

Quem for pego fazendo o uso de celular na direção, estará cometendo uma infração gravíssima, podendo pagar uma multa de R$ 243,47, além de ganhar 7 pontos na Carteira Nacional de Habilitação, de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB). 

O objetivo da campanha Toque pela Vida é dedicar o ano todo na conscientização dos motoristas, alertando para os riscos que o uso do aparelho celular na direção pode causar, assim como outros fatores que podem contribuem para os sinistros nas ruas. O excesso de velocidade, o consumo de álcool e drogas, a não utilização do cinto de segurança, capacete, sono, também são condições causadoras de acidentes.